Número total de visualizações de página

quarta-feira, 30 de março de 2011

Ficção Portuguesa - Famosos e Novelas

Ao contrário do que muita gente pensa, as novelas não servem apenas para passar o tempo ou simplesmente vibrar com os psicodramas das personagens recriadas no ecrã. A ficção serve também para alertar os espectadores para os problemas da sociedade actual. E quanto á violência doméstica nada mais poderia ser feito: a TVI em particular tem abordado esta tematica em quase todas as suas produções. Em "Ilha dos Amores", Helena Laureano encarnou a personagem de Cecilia, uma pobre mulher que era constantemente violentada pelo marido. Em "Casos da Vida - Noivas de Maio" foi a vez de Paula Neves viver a personagem de uma mulher que sofria nas mãos de um alcoolico. Recentemente as cenas mais violentas e dramáticas poderam ser vistas em "Espirito Indomável": as formas que Rodrigo (Luis Esparteiro) arranja para se vingar da mulher são inimagináveis. A ultima resumiu - se a um rapto, um barracão e um cinto que encarnou o papel de chicote! 


+TVI - 02.12.2010

 Como comenta esta abordagem de «Espírito Indomável» à violência doméstica, neste caso, exercida essencialmente a nível emocional?
É importantíssima. Sobretudo como mulher e cidadã, mas também como psicóloga considero urgente, sublinho, urgente, que Portugal se una e se acabe com isto de uma vez por todas.Os números já são assustadores e penso que, mesmo assim, estarão um bocadinho abaixo da realidade. É isso que sinto no meu consultório e é vergonhoso que as pessoas ainda tenham este tipo de comportamento. Ainda bem que já é crime. Apelo às mulheres que sofrem de violência doméstica para que tenham a ousadia de arriscar ser felizes e às pessoas que vêem e que se calam para que não sejam cúmplices, pois assim são tão culpadas como o agressor.
Entrevista com Carla Andrino - SAPO TV

Números 2010 - APAV


Estatísticas APAV



quarta-feira, 23 de março de 2011


Pai de Lindsay Lohan detido acusado de violência doméstica

Autoridades de Los Angeles anunciaram que o pai de Lindsay Lohan foi detido sob acusação de manter a namorada em cativeiro e impedi-la de chamar a polícia.
Os polícias teriam sido chamados às 21:00, hora local, de segunda-feira ao apartamento de Michael Lohan.
Lohan, de 51 anos, foi indiciado e será investigado por impedir denúncia de crime, manter pessoa em cárcere privado e agressão. A fiança é de 200 mil dólares.
Segundo as autoridades, a namorada recusou tratamento médico, mas Lohan foi levado para um hospital, por problemas médicos não
relacionados com o incidente, após ser indiciado.  O pai de Lindsay Lohan tem um histórico de agressões a ex-namoradas.
A actriz, que não conversa com o pai, não prestou declarações sobre o caso.

Diário Digital, 22 de Março de 2011

 
40
mulheres morrem todos os anos em Portugal vítimas de violência doméstica.